Fiemg Social doa mais de mil fraldas para Sanatório e Lar de Idosos

Por Redação 21/02/2020 - 00:00 hs
Foto: Divulgação
Fiemg Social doa mais de mil fraldas para Sanatório e Lar de Idosos
Doação do Fiemg Social deve suprir demanda de fraldas dos pacientes do Lar de Idosos Dona Inês Maria

Desenvolvido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande, o projeto “Plástico NÃO é Vilão” beneficiou o Sanatório Espírita de Uberaba e o Lar de Idosos Dona Inês Maria de Jesus com a doação de 1300 fraldas descartáveis.

Conforme a fundadora e tesoureira do Lar, Glória Maria da Silva, a entidade acolhe 43 idosos. “Cada idoso gasta, em média, quatro fraldas por dia, ou seja, são quase cinco mil por mês”, estima Glória.

Já o Sanatório Espírita de Uberaba atende 100 pacientes e utiliza cerca de 30 fraldas por dia. “São pessoas que vêm por meio de encaminhamento. Elas fazem o tratamento, que dura em média de 28 a 30 dias, e depois vão embora”, explica a nutricionista Laiene Alves.

O dinheiro usado na compra das fraldas provém da venda de 1.188,5 kg de plástico arrecadados por alunos de cinco instituições: escolas municipais Santa Maria, Professora Stella Chaves, Uberaba, Frei Eugênio e Escola Sesi “Alberto Martins Fontoura Borges”. O material foi vendido para a Cooperativa dos Recolhedores Autônomos de Resíduos Sólidos e Materiais Recicláveis de Uberaba (Cooperu).

Segundo a presidente do Sindicato das Indústrias de Material Plástico de Uberaba (Sindiplast) e vice-presidente da Fiemg - Regional Vale do Rio Grande, Miria Rezende, além das entidades filantrópicas, a Cooperu também foi beneficiada. “Um terço do dinheiro da venda do material retornou para eles”, ressalta. Ao todo, foram R$ 1.087,29, mais R$ 171,85 com a venda de latas de alumínio.


A campanha - Com o apoio do Sindiplast e da Secretaria Municipal de Educação de Uberaba (Semed), a iniciativa foi apresentada a um grupo de 35 empreendedoras ligadas à Fiemg - Regional Vale do Rio Grande, no ano passado, no mês da mulher. 

Em maio, as madrinhas da campanha se reuniram com o promotor de Meio Ambiente, Carlos Valera, para alinhar as diretrizes. Em outubro, durante a 7ª Feira Multissetorial do Vale do Rio Grande (ExpoCigra Fiemg), a campanha teve início. A expectativa, conforme adianta Miria, é dar continuidade à atividade novamente, a partir do mês de março, agregando o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Material Elétrico e Fundição de Uberaba (Simefu), em razão das latas de alumínio.