Governador participa de anúncio de R$ 50 mi em investimentos no Sul de Minas

Por Redação 08/12/2019 - 00:00 hs
Foto: Divulgação
Governador participa de anúncio de  R$ 50 mi em investimentos no Sul de Minas
Parque contará com estrutura para abrigar centros de pesquisa e desenvolvimento de empresas-âncora

O governador Romeu Zema percorreu, na quinta-feira (5), três cidades do Sul de Minas – Nepomuceno, Lavras e Cruzília – para conhecer projetos, reunir-se com empresários, investidores e membros do Judiciário. Em Nepomuceno, o chefe do Executivo participou do anúncio da expansão da empresa Granja Faria, que atua no setor de avicultura e adquiriu o Aviário Santo Antônio em janeiro deste ano.

O grupo vai investir R$ 50 milhões na modernização da estrutura dos galpões, passando a seguir padrões internacionais. O investimento faz parte de um acordo entre a empresa, o Ministério Público e o Governo de Minas para solucionar o problema de infestação de moscas enfrentado pela cidade.

 “É um prazer participar de um evento que está gerando mais investimentos, empregos e receitas para o estado e para a cidade. Sempre que possível, eu participo desses anúncios, porque é por meio de investimentos que vamos gerar empregos, que vamos gerar desenvolvimento para o estado sair da atual crise econômica”, comemorou Romeu Zema, citando ainda os 124 mil empregos criados em Minas Gerais de janeiro a outubro deste ano, além da atração de R$ 50 bilhões em investimentos privados.

Com os aportes da Granja Faria, a produção saltará de 279 milhões para 776 milhões de ovos ao ano. Hoje, 70 pessoas trabalham nas obras de readequação do aviário, além de haver 800 empregos diretos e 2 mil indiretos. “A crença que existia de que o poder público e o empreendedor não poderiam pensar juntos não existe mais. Conseguimos construir um acordo muito produtivo que nos deu capacidade para ampliar nossa produção”, explicou o presidente do Conselho da Granja Faria, Ricardo Faria.

Acompanhado pelos secretários Germano Vieira (Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e Adriano Magalhães (Desenvolvimento Econômico), o governador também anunciou o apoio técnico do Governo de Minas para a ampliação da coleta seletiva de Nepomuceno, por meio de parceria firmada entre a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e o Instituto de Gestão de Políticas Sociais (Gesois). Com a iniciativa, o programa de coleta seletiva passará a atender 100% da população urbana e 50% da população rural.

“Queremos agradecer por essa parceria com o Estado, que vai trazer mais dignidade para a nossa cidade. É a primeira vez que um governador vem a Nepomuceno e isso é motivo de muita honra. Estamos confiantes de que as mudanças propostas por essa gestão trarão retornos significativos e chegarão até os municípios”, afirmou a prefeita de Nepomuceno, Iza Menezes.


Lavras – O governador iniciou a agenda no Sul de Minas por Lavras, onde visitou as instalações da Universidade Federal de Lavras (Ufla), além de conhecer as obras do Parque Científico e Tecnológico da instituição, que recebeu R$ 1,2 milhão do Governo de Minas para o projeto arquitetônico. O parque, que deve ser inaugurado em março de 2020, contará com uma estrutura para abrigar centros de pesquisa e desenvolvimento de empresas-âncora. Também abrigará empresas em processo de incubação e empresas juniores, entre outras que se qualifiquem em seus processos para implantação.

“Fiquei impressionado com a infraestrutura do campus, que possui uma gestão profissionalizada e com práticas de excelência”, destacou Romeu Zema, que também visitou, ao lado do reitor José Roberto Scolforo, o Inova Café, um centro de pesquisa dedicado à cafeicultura.


Cruzília – À tarde, o governador participou da inauguração do Fórum Lucílio Maciel Leite, em Cruzília. Na cerimônia, Zema destacou a importância de o Judiciário estar mais equipado e informatizado para atender melhor à população, dando oportunidade ao setor produtivo de crescer de forma mais célere.

Em seu discurso, o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), Nelson Missias, enfatizou a parceria entre o Executivo e o Judiciário. “Em Minas Gerais, os Poderes se respeitam, são harmônicos e colaborativos. O acordo fechado com a Associação Mineira de Municípios é uma prova. Com o retorno dos repasses constitucionais as cidades voltaram a funcionar. Em praticamente um ano já estamos colhendo os resultados”, explicou.

Ainda sobre a parceria sobre os Poderes, o governador ressaltou o trabalho junto à Assembleia para aprovação do projeto que antecipa recebíveis do nióbio para pagamento integral do 13º do funcionalismo e regularização temporária do salário.

“O Estado de Minas Gerais, como é do conhecimento de todos, tem passado por problemas enormes, mas eu posso dizer para vocês que nós estamos caminhando na direção certa. Na última quarta-feira, a Assembleia Legislativa aprovou a operação financeira da Codemig que vai permitir colocarmos em dia o pagamento do salário do funcionalismo público, após quatro anos de recebimentos parcelados, e o pagamento do 13º salário. Lembrando que o 13º do ano passado terminou de ser pago agora em outubro”, afirmou.

Também estiveram presentes na solenidade os deputados estaduais Antônio Carlos Arantes, 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa; e Duarte Bechir.