“Bolero”, de Ravel, é um dos destaques apresentados pela Sinfônica de MG

Por Redação 08/12/2019 - 00:00 hs

A Orquestra Sinfônica de Minas Gerais (OSMG), após o sucesso da Noite Tchaikowsky e da Noite Uruguaia, prepara uma grande novidade no repertório: a Noite Francesa. As séries Sinfônica ao Meio-Dia e Sinfônica em Concerto, em dezembro, vão destacar o trabalho de dois grandes compositores franceses, Jacques Ibert e Maurice Ravel.

Com regência de Silvio Viegas, a orquestra interpretará as obras “Bolero”, “Pavane pour une infante défunte” e “La Valse”, de Ravel, e “Concerto para Flauta e Orquestra”, de Jacques Ibert.  O projeto Sinfônica ao Meio-Dia é aberto ao público e trará trechos do espetáculo Noite Francesa na próxima terça-feira (10/12), no Palácio das Artes, gerido pela Fundação Clóvis Salgado (FCS),em Belo Horizonte. O concerto completo será apresentado na quarta-feira (11/12), às 20h30, no mesmo local.