Corpo de homem com suspeita de Covid-19 é encontrado em vala na 050

Por Redação 04/08/2020 - 00:00 hs

Corpo de homem com suspeita de Covid-19 é encontrado em vala na 050
Cadáver foi resgatado por bombeiros - Foto: Juliano Carlos

O corpo de um homem de 54 anos que estava com suspeita de Covid-19 foi encontrado as margens da BR-050 em Uberaba. A localização do cadáver aconteceu em uma vala de escoamento de água próximo ao km 172, onde segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), após solicitação de funcionários da concessionária que administra a rodovia, as equipes foram ao local e depararam com o cadáver do homem que estava no em um local de difícil acesso.

Militares do Corpo de Bombeiros compareceram no local e retiraram o corpo da vítima. Durante os trabalhos técnicos o perito criminal Mauro Teixeira Barbosa não constatou nenhum sinal de violência. 

O cadáver foi levado para a sede do Instituto Médico Legal (IML) em Uberaba onde passou por necropsia.

Familiares compareceram no IML reconheceram o corpo de Odair Júlio da Silva de 54 anos.

De acordo com a amásia de Odair, ele  estava em uma casa de passagem da Prefeitura Municipal de Uberaba com problemas de saúde e suspeita de covid-19 e foi liberado de forma indevida do  local no bairro Pontal. Ela disse ainda que ele entrou em surto psicótico, e mesmo problemas de saúde foi liberado. 

Nota PMU-   “ Em nota a Secretaria de Desenvolvimento Social lamenta o falecimento do sr. Odair Julio da Silva e de acordo com registros da secretaria o mesmo foi atendido pela Abordagem Social que o encaminhou para acolhimento na instituição que tem parceria com a SEDS, Casa São Pio, que é serviço de acolhimento para pessoas em situação e ou vivência de rua. 

Dentre os procedimentos da Casa São Pio ele foi encaminhado ao posto de saúde, onde foi detectado que ele estava com síndrome gripal, e foi solicitado o isolamento do demais usuários. 

Sendo assim a foi acionado que abordagem social e a mesma encaminhou o sr. Odair para a Casa de Passagem onde há espaço próprio para isolamento provisório de pessoas em situação e ou vivência de rua devido a suspeitas da Covid-19.

Lá ele permaneceu por três dias, mas houve momento em que o mesmo não quis permanecer na Casa de Passagem, estava muito agressivo e mesmo após as tentativas de sensibilização para a permanência do mesmo, por parte dos servidores da casa de passagem  o  sr. Odair evadiu-se  tomando rumo ignorado. Vale esclarecer que conforme preconiza a que pela Constituição Federal no direito de ir e vir a Casa de Passagem não pode obrigar nenhum usuário a permanecer no local”. 

O caso será investigado pela Polícia Civil.