Clubes mantêm treinamentos mesmo com casos de Covid-19

Por Redação 03/06/2020 - 00:00 hs
Foto: Pedro Souza/Atlético-MG
Clubes mantêm treinamentos mesmo com casos de Covid-19
Cazares foi o caso mais notório do trio de times mineiro

O trio de times de Belo Horizonte, América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro, não mudaram suas rotinas de treinamentos, mesmo com a confirmação de pelo menos um atleta de cada equipe terem sido diagnosticados com a Covid-19.

Matheusinho, do Coelho, Cazares, do Galo e Vinícius Popó estão contaminados pelo coronavírus e foram afastados dos trabalhos com o restante dos elencos.

Segundo os clubes, os atletas continuam seguindo os protocolos de segurança e prevenção à contaminação pelo coronavírus, com questionários respondidos pelos jogadores diariamente, distanciamento nas atividades, higiene e uso de máscaras.

No América-MG, o técnico Lisca e o auxiliar Márcio Hahn também foram afastados dos treinos, pois tiveram contato com pessoas infectadas pelo novo coronavírus, porém sem confirmação de contágio pela doença.

Na Raposa, o caso de Popó é o único registrado e não há nenhum afastamento no elenco, comissão técnica e funcionários que frequentam a Toca da Raposa II.

No entanto, o caso de contaminação pela Covid-19 mais notório em Minas é do meia equatoriano Juan Cazares, que foi confirmado pelo Atlético no domingo, 31 de maio.

Nas redes sociais, os torcedores do Galo manifestaram, de forma irônica, “surpresa” com o diagnóstico de Cazares, já que o jogador havia sido flagrado jogando bola com os amigos em uma quadra, furando a quarentena. Após o incidente, Cazares testou negativo para a Covid-19, gerando suspeitas de nova “fuga” do jogador durante o isolamento social. O jogador está com quadro assintomático, mas até a divulgação do diagnóstico, ele teve contato com outros atletas do clube nos treinamentos, o que deve gerar novas baterias de exames em todos que estão na Cidade do Galo.