PM desvenda suicídio forjado em Água Comprida

Por Redação 02/06/2020 - 00:00 hs
Foto: Juliano Carlos
PM desvenda suicídio forjado em Água Comprida
Crime foi registrado no dia (17) do mês passado

Policiais militares prenderam um jovem acusado de latrocínio que "forjou" o crime amarrando a vítima pelo pescoço para simular um suicídio. O latrocínio aconteceu no dia 17 do mês passado na área rural de Água Comprida, onde os policiais militares foram solicitados e compareceram em uma chácara.

Ao chegarem no local eles depararam com a vítima Antônio Eustáquio da Silva, de 71 anos, pendurada em uma viga do telhado com uma corda amarrada no pescoço. Um perito da Polícia Civil compareceu no local, realizou os trabalhos técnicos e constatou a princípio um suicídio. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) em Uberaba e após passar por necropsia foi liberado para família realizar velório e sepultamento.


Reviravolta - No último fim de semana os policiais militares foram solicitados a comparecer em uma residência naquele município, onde uma idosa estava sendo ameaçada pelo neto. No local os policiais conversaram com familiares e eles disseram que o suspeito de 19 anos estava ameaçando avó, após contar para ela que tinha matado a vítima Antônio junto com o comparsa para roubar dinheiro que estava no imóvel. Os policiais prenderam o acusado e ao ser questionado, ele entrou em várias contradições, mas depois confessou o crime. Ele foi levado até a delegacia e apresentado ao delegado de plantão para esclarecer os fatos. (JC)