Questão do hábito faz toda diferença na alta audiência da Globo

por Flávio Ricco

Por Redação 27/03/2020 - 00:00 hs

O que se observa, na troca de “Amor de Mãe” por “Fina Estampa”, é que o telespectador se acostumou assistir a TV Globo naquele horário.

Independentemente de ser uma reprise, cuja escolha ainda é debatida entre os prós e contrários, os índices de audiência no horário não sofreram alteração quase nenhuma.

São praticamente os mesmos.

Aí é que entra, o que sempre se fala e se repete ou que se tem como norma: televisão é hábito.

O público está cansado de saber que todos os dias, naquele mesmo horário, ele vai encontrar uma novela, seja qual for a história que esteja sendo contada.

A Globo, em termos de fidelidade de grade, é única. Existem pontos estratégicos na sua programação que não se alteram praticamente desde o dia em que foi inaugurada.

Daí as críticas às concorrentes que, sem ter certeza ou confiar naquilo que fazem, o tempo todo ficam promovendo mudanças. Os resultados mostram quem age corretamente


Mundo mudou

Os últimos relatórios de audiência indicam que o número de ligados aumentou consideravelmente nos últimos dias.


Esperado. Nem poderia ser diferente, com quase todo mundo trancado em casa.


Olha só

Em 9 de março, uma segunda-feira, quando as grades de programação eram as mesmas, o número de ligados nas 24h era de 39,3%.


No dia 23, última segunda, saltou para 48,1%.


Outro detalhe

Em termos gerais, até agora, SBT e Record estão mantendo os mesmos números de fevereiro.


Globo, com 1,3, e Band, 0,1, observaram crescimentos na média/dia. É a força da TV aberta.


Importante considerar

O que se observa, examinando esses resultados mais profundamente, é que muitas pessoas voltaram a ver televisão.


Embora os acessos aos serviços de streaming também tenham observado crescimentos, o da televisão aberta está sendo muito maior.


Muito se deve

Verdade é que, com uma pandemia mexendo com a vida de todos, também passou a ser muito maior o interesse das pessoas em buscar os telejornais e os canais de notícia.


Um consumo cada dia maior, conforme atestam esses resultados de audiência.


Melhores momentos

O “Altas Horas” de Serginho Groisman, sábado, terá Claudia Leitte, Ivete Sangalo e Daniela Mercury. As cantoras participam de edição especial em homenagem ao Axé, ao lado de Bell Marques, Margareth Menezes, Beto Jamaica, Compadre Washington, Ricardo Chaves, Durval Lelys e Mari Antunes. 


O programa vem destacando seus grandes momentos. 

(Créditos Zé Paulo Cardeal / TV Globo)