Bastidores

Por Política 18/08/2020 - 09:12 hs

A ESCOLHA DE SOFIA

O prefeito Paulo Piau (MDB) terá que debruçar para escolher seu o nome de quem irá representar sua administração nas próximas eleições. Com a base política dividida após a desistência de Luiz Guaritá Neto e José Renato Gomes, Piau deverá escolher entre Tony Carlos, Heli Andrade ou candidatura própria.


MÁGOAS

Qualquer decisão do prefeito Paulo Piau (MDB) trará desconforto em sua base, e influenciara o futuro das eleições, com alta aprovação do governo municipal, Piau poderá definir a eleição no primeiro turno ou postergar sua decisão para o segundo turno, causando ferimentos difíceis de serem cicatrizados.


SINAIS

Todos analisam todos os movimentos do prefeito Paulo Piau (MDB) no intuito de conseguir um sinal para definição do cenário político, na mesma intensidade que realiza reuniões com o grupo de Heli Andrade, Piau também conversa com o empresário J. Júnior em busca de apoio para Tony Carlos, enquanto o MDB não define seu futuro.


SEM APOIO POPULAR

O deputado Heli Andrade (PSL) sem apoio popular, e após a repercussão negativa da indicação de Rodrigo Mateus (PP), articuladores políticos sugeriram a vaga de vice-prefeito para Marcos Jammal na tentativa de atrair o MDB e conquistar o voto popular.


ARTICULAÇÃO DE TONY

Por outro lado, a campanha de Tony Carlos não preocupa com a indicação do vice-prefeito, mas a construção de base partidária, conversando com todos os partidos para fomentar a colisão para vencer no primeiro turno, sustentando que todos os partidos precisam apresentar nomes.


CAMINHÃO PESADO

A campanha de Heli Andrade (PSL) despreza a maioria dos partidos políticos, para não ter que dividir os cargos da prefeitura municipal, sem pessoas para coordenar áreas estratégicas da campanha, mas já loteou os principais cargos e apoios, a legendas e empresários possuindo dois nomes para federal (Franco-PP) e (Marcos Montes-PSD), 1 deputado estadual (Ismar Marão-PSD), além da presidência do Codau (Guaritá-DEM), Cohagra (Nicolau Laterza), Saúde (Iraci Neto-PSD), Cohagra (Rodrigo Matheus-PP), Procon (Marcelo Venturoso-PP), Planejamento (Nicolau Laterza), Segurança (Wellington Cardoso-DEM) e Educação (Eduardo Callegari), segundo articulador político o caminhão tá pesado.


RENATINHA MOURÃO

A colunista do JORNAL DE UBERABA Renatinha Mourão está realizando uma grande pré-campanha para popularizar seu nome e seus objetivos para conquistar a vaga de vereadora na Câmara Municipal de Uberaba. Renatinha surpreenderá nas urnas.


NÃO SOU CANDIDATO

O empresário Samir Cecílio em conversa com a redação da coluna BASTIDORES confidenciou que não será candidato a prefeito ou vereador pelo Cidadania, e continuará focado em suas atividades profissionais.


É PRÉ-CANDIDATO

O ex-deputado estadual Fahim Sawan é pré-candidato a vereador pelo Cidadania, segundo confidencias de homem de confiança de Fahim, filiado no Cidadania, o médico voltará ao cenário político.


FALECIMENTO

O ex-deputado federal mineiro Caio Narcio, do PSDB, filho do ex-deputado federal Narcio Rodrigues e genro do jornalista Chico Marcos, morreu neste domingo (16). Ele estava internado no Hospital das Clínicas, em São Paulo. O político contraiu o novo coronavírus - o que acarretou em problemas pulmonares. Caio foi hospitalizado em julho, após um episódio convulsivo.


FALECIMENTO II

Faleceu no início da madrugada de ontem, do empresário José Alves Trindade, aos 91 anos, dono da extinta rede de Supermercados Trindade em Uberaba. Ele tratava de uma pneumonia na UTI do Hospital São Domingos. O velório foi sendo realizado na funerária LIV.


MPF NA MIRA DE FLÁVIO BOLSONARO

O Ministério Público Federal (MPF) decidiu na segunda-feira, 17, impedir o arquivamento de um inquérito eleitoral aberto em fevereiro de 2018 contra o então deputado estadual e hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Ele é investigado por suposta falsidade ideológica eleitoral, por ter omitido bens e atribuído valores diferentes a um mesmo imóvel nas declarações de bens entregues à Justiça Eleitoral em 2014 e 2016.


PALOCCI MENTIU EM DELAÇÃO

O relatório da Polícia Federal concluído na terça, 11, desmentiu as informações dadas pelo ex-ministro Antônio Palocci em delação premiada e deve justificar o arquivamento da investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e pode complicar a situação do delator. Esta é a avaliação de juristas ouvidos pelo Estadão a respeito do andamento do processo envolvendo suposta ocultação de R$ 15 milhões atribuídos por Palocci a Lula em contas no Banco BTG Pactual.


MAIS ARMAS, MENOS LIVROS

O governo de Jair Bolsonaro prevê reservar R$ 5,8 bilhões a mais no Orçamento do ano que vem para despesas com militares do que com a educação no País. A proposta com a divisão dos recursos entre os ministérios está nas mãos da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, e deve ser encaminhada até o fim deste mês ao Congresso. Caso confirmada, será a primeira vez em dez anos que o Ministério da Defesa terá um valor superior ao da pasta da Educação.